Eu sou a videira verdadeira

fruto-do-espc3adritoEm João, capítulo 15, o Senhor se refere a mim e a você: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor […] Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele,

esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” (João 15.1,5)

 No verso 16 está escrito: “Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vô-lo conceda.” O amor de Deus por nós é algo tão sublime, que nos constrange. Não fomos nós que o escolhemos, mas Ele nos escolheu.

Normalmente quando fazemos alguma compra, escolhemos sempre aquilo que é melhor para nós, seja alimento, vestuário, móveis, automóveis. Mesmo que a condição financeira não seja tão favorável, ninguém escolhe o que é pior.Mas Jesus escolhe os pequeninos, os feridos, aqueles que ninguém quer.

Em Marcos capítulo 2, a partir do verso 15, encontramos Jesus junto dos excluídos, dos pecadores e publicanos, pessoas rejeitadas: “Achando-se Jesus à mesa na casa de Levi, estavam juntamente com ele e com seus discípulos muitos publicanos e pecadores; porque estes eram em grande número e também o seguiam. Os escribas dos fariseus, vendo-o comer em companhia dos pecadores e publicanos, perguntavam aos discípulos dele: Por que come (e bebe) ele com os publicanos e pecadores? Tendo Jesus ouvido isto, respondeu-lhes: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes; não vim chamar justos, e sim pecadores.” (Marcos 2.15-17).

 Guarde em seu coração esta verdade: Deus escolheu você. Por isso quando o inimigo fizer acusações, dizendo mentiras ao seu coração, não dê ouvidos a ele. Declare a Palavra de Deus com toda a autoridade que o Senhor já lhe deu. Não abra brecha para que o enganador venha destruir você. Quando Jesus foi tentado no deserto, a todas as tentações Ele respondeu com a Palavra de Deus. Ele dizia: “Está escrito”. Vejamos o texto de Lucas 4.1-13, intitulado “A tentação de Jesus” no qual Ele responde às tentações do inimigo declarando as Escrituras: Sempre Mencionando – “Esta Escrito!”

 “Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto, durante quarenta dias, sendo tentado pelo diabo. Nada comeu naqueles dias, ao fim dos quais teve fome. Disse-lhe, então, o diabo: Se és o Filho de Deus, manda que esta pedra se transforme em pão. Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem. E, elevando-o, mostrou-lhe, num momento, todos os reinos do mundo.

Disse-lhe o diabo: Dar-te-ei toda esta autoridade e a glória destes reinos, porque ela me foi entregue, e a dou a quem eu quiser. Portanto, se prostrado me adorares, toda será tua. Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele darás culto. Então, o levou a Jerusalém, e o colocou sobre o pináculo do tempo, e disse: Se és o Filho de Deus, atira-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e Eles te susterão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra. Respondeu-lhe Jesus: Escrito está: Não tentarás o Senhor, teu Deus. Passadas que foram as tentações de toda sorte, apartou-se dele o diabo, até o momento oportuno.” (Lucas 4.1-13).

 Ao ser tentado, faça como Jesus no deserto, declare o que está escrito. A Palavra de Deus diz que em Cristo somos mais que vencedores, que tudo podemos naquele que nos fortalece, Ele nos cobre com suas penas, e, sob suas asas, estamos seguros. “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca.” (1 João 5.17).

São tantas as promessas e ensinamentos, por isso tome posse da realidade da Palavra e comece a se ver como Jesus lhe vê. Ele o vê com olhos de amor, de cura, de libertação, de perdão. “E conhecereis a verdade e verdade vos libertará”. Assim como essa declaração existem inúmeras outras palavras do próprio Deus; para cada momento de nossa vida existe um ensinamento, uma promessa, porque a vontade dele é que tenhamos vida e vida em abundância. O diabo é enganador, e a única forma de combater as mentiras dele é por meio da Palavra.

A Palavra é o nosso documento, é a prova de que Deus é conosco, nele estamos seguros, por isso precisamos declarar a verdade das Escrituras e crer no cumprimento de tudo que Deus tem para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.